Se chorar adiantasse alguma coisa, pica pau morria feliz. (Do que que eu tô falando!?!)

Segunda-feira, 30 de Junho de 2008
O sentimento que eu não quero perder...

 

Sim, sim, sim.

E quem irá negar que quando se está feliz, dá vontade de cantar!

E hoje é o dia em que você pode escolher:

Ter um dia normal ou cantar comigo a poesia ali embaixo.

Eu vou cantar!

 

Dança Sim

 

Dança sim

Eu tô contigo

Dança sim

Sou teu amigo

 

Pinta de vermelho o seu nariz

Olha lá no espelho

E sorri feliz

 

Dança sim

Eu tô contigo

Dança sim

Sou teu amigo

 

Pinta um bigode com carvão

Pega o travesseiro

Faz um barrigão

 

Pinta, pega na tinta, pinta uma pinta

Troca o pé de sapato e anda pra trás

Cata estrelas do céu

Junta faz um colar

E coça a orelha com o polegar

 

Uma bela barba de algodão

E uma bengalinha

Pra rodar na mão

 

Pinta, pega na tinta, pinta uma pinta

Troca o pé de sapato e anda pra trás

Cata estrelas do céu

Junta faz um colar

E coça a orelha com o polegar

 

E depois coloca num cartaz

“Bom é ser criança

Bom é dançar mais!”



postado por Marcelzero às 13:21
link do post | comente | favorito

Sexta-feira, 9 de Maio de 2008
Maquiagem

By Marcel (infelizmente)

 

Por favor.

Se você tem um pouco de tinta, me empresta?

Pode ser tinta a óleo, esmalte, epóxi, tanto faz.

Até de aquarela pode ser.

Só queria um pouco da tinta emprestada, pra eu poder colorir.

Não sei pintar direito, mas improviso, eu dou um jeito.

Porque do jeito que está não dá mais!

As paredes, por fora, até que estão bonitas, quem olha não reclama.

Mas o interior está todo descascado, tem rachaduras por todo o canto.

Dá para ver o bolor que já está se formando e corre de cima para baixo.

Tem cupim no rodapé, e traças na parede.

Me empresta a tinta para eu pintar?

Pode ser tinta a óleo, esmalte, epóxi, tanto faz.

Até de aquarela pode ser.

Quem sabe eu arrisque uns desenhos, sei lá.

Eu conheço algumas pessoas que sabem pintar.

Já avisei a elas que deixo a porta aberta, se quiserem ajudar.

Não, melhor. Que batam na porta e eu as deixo entrar.

Engraçado.

A casa dos outros eu sei pintar.

Mas na minha própria eu deixo acinzentar.

Por fora não, por fora eu sei cuidar.

Então me empresta um pouco de tinta?

Senão, daqui a pouco, nem eu quero entrar.



postado por Marcelzero às 15:27
link do post | comente | ver comentários (3) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
links
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28


posts recentes

O sentimento que eu não q...

Maquiagem

arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds