Se chorar adiantasse alguma coisa, pica pau morria feliz. (Do que que eu tô falando!?!)

Sexta-feira, 27 de Junho de 2008
Eclipse

 

By Marcel (infelizmente)

 

Tudo estranho e diferente.

O pôr-do-sol está diferente.

Lá em cima, no céu laranja de fogo, a estrela maior brilha e se prepara para repousar.

Ao seu lado, magnífica, a Lua despontou, fora da hora e de lugar.

Tem muita gente olhando, assustada, com o que ocorre lá no céu.

Sol e Lua, brilhando juntos, intensamente,

Impressionando toda aquela gente.

Ninguém sabe o que acontece.

Tem uns que fazem prece, outros que acham que o mundo está no fim,

Que a noite sumiu, e nunca mais que a Lua desce.

Mas lá no meio da muiltidão, alguém sabe a razão de tudo.

E diz a todos, olhando o povo,

O porquê daquele absurdo:

“Há um dia, e apenas um dia, em que o Deus concede essa maravilha.

Sol e Lua, Lua e Sol, juntos, lado a lado.

O céu é especialmente pintado, de amarelo, laranja e vermelho.

Fica tudo como estão vendo. Inteiramente borrado.

E por um dia, Ele concede essa maravilha.

O Sol e a Lua, namorados!

Os dois amantes anseiam esse momento.

Olhem e vejam esse milagre.

E como sempre, logo chega o fim do dia.

O Sol vai embora e fica somente a Lua.

E vocês sentirão a solidão,

E a dor desse momento.

Quando a noite enfim chegar

Lá estará a Lua, a chorar milhões de estrelas

Por todo o firmamento”



postado por Marcelzero às 12:17
link do post | comente | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
links
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28


posts recentes

Eclipse

arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds