Se chorar adiantasse alguma coisa, pica pau morria feliz. (Do que que eu tô falando!?!)
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008
Parafraseando o Poeta maior

 

By Marcel (Infelizmente)

 

 

Considere a despreocupação dos pássaros!

Você já os viu plantando? E colhendo?

Já os viu guardando comida em celeiros?

Mas nem por isso falta algo a eles!

 

Considere a beleza dos lírios do campo!

Já os viu trabalhando? Fiando suas vestes?

Mas mesmo assim, nem o Rei Salomão, com toda sua glória,

Vestiu-se como eles!

 

Agora me diga:

É preciso tanta preocupação?

Não basta o fardo que cada dia carrega consigo?

O dia de amanhã já carrega suas próprias dificuldades.

 

Então, confia!

Fica de boa, relaxa, sossega.

Nada de ruim há de acontecer.

“Tudo o que é bom dura pouco”.

Errado!

Tudo o que é ruim dura pouco.

O que é bom dura muito!

E o que é bom está acontecendo hoje!

 

O amanhã já basta a si mesmo.

E o hoje é o que há!

Apesar de alguns dias parecerem noites.

 

Faz como o Poeta falou:

“Fica de boa, meu irmão!”

É isso.



postado por Marcelzero às 18:30
link do post | comente | favorito

Domingo, 27 de Julho de 2008
Rosa colombiana e Gérbera

 

By Marcel (infelizmente)

 

Ficou o perfume de tudo o que foi tocado.

E dá lugar a outras flores tão lindas quanto!

Flores que nascem, crescem e um dia morrem...

Mas há aquela que não irá morrer e eis que já nasce!

E quem disse que não cresce mais nada ali?

E como é suave seu perfume!

Quase sem espinhos e com as pétalas mais delicadas que já vi.

O jardim antigo eu já posso desarrumar.

Já tirei bastante fotos de lembrança para guardar.

Não sei qual flor no novo jardim nascerá.

Naquele antigo ali, tá vendo? Ali eu plantei duas.

Uma rosa colombiana, perto da entrada.

E junto a saída, como que dizendo adeus a quem a olhasse,

plantei a Gérbera.

E quando a olhei ela também me disse adeus.

Adeus rosa colombiana!

Adeus Gérbera!



postado por Marcelzero às 19:25
link do post | comente | favorito

Quarta-feira, 16 de Julho de 2008
Cabresto

by Marcel (infelizmente)

 

Mande lixo e eu como lixo.

Mande lixo e eu como lixo.

Você fala e eu apenas escuto, acredito, escuto e acredito.

Ninguém me diz que aquilo é ruim.

E quem discorda é louco, sim.

Sim, é louco!

Discordar só pode ser loucura!

Estão defecando em meu país, defecando em minha casa.

Eles defecam em minha cama.

Ninguém faz nada e ninguém limpa?

Ei, senhor Sapo! Você não disse que iria nos ajudar?

Eu confiei, sim eu confiei!

E agora você se esconde em sua própria barba?

Para todo lugar que eu olhe estão me seguindo.

Me vigiam dia e noite, noite e dia.

Porque ainda acredito que não é desse jeito.

Tem mais gente que acredita como eu.

Como é que eles tem coragem?

Coragem de me dizerem que o que é verdade é mentira!

Então o Dedo Duro vai ficar livre?

A Besta é mais esperta que o Apocalipse.

e quem irá nos ajudar?

Se até o senhor Sapo está com medo da Besta!

Ah, se todos nós pudéssemos nos unir!

Revolução?

Ah, não aqui! Ahahahahahaha...

Há um lago de fezes em volta de mim.

E já chega ao meu nariz.

O senhor Sapo olha para mim, sentado em sua grande Vitória Régia.

E diz assim:

"Bobo é quem me diz!"

E a merda já chegou na ponta do meu nariz.

Ei, tem alguém ai! Tem alguém ai!

Por favor, ajuda aqui.

Porque sozinho eu não vou conseguir sair.

 



postado por Marcelzero às 01:08
link do post | comente | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
links
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28


posts recentes

Espera

Espelhinho

Menina

Pé com pé

Menino-Homem

Dia após dia

A Igreja e Os Beatles

Fosse

Deus salve o Brasil!

Pena

Banho de Parede

Implicância

Reflexão

Meu amigo que mora do out...

A canção do amor

arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds