Se chorar adiantasse alguma coisa, pica pau morria feliz. (Do que que eu tô falando!?!)
Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008
A canção do amor

By Marcel (Infelizmente)

 

Amor sem fim...

Como explicar?

Como explicar um amor sem fim que chegou ao fim?

Um coração do tamanho do mundo

Abarcando a tudo e a todos

Filhos, filhas, netos, noras, irmãos, genros

Quem pode me dizer quanta doçura cabe em uma só pessoa?

Nem tente responder

Pois suas respostas, tenha certeza

Não serão boas

Não é você.

É essa pessoa!

Incomparável!

Quanta doçura, quanto amor!

Sou de uma família grande

Faço parte de uma geração de netos abençoados

Netos possuidores de duas mães!

Netos, filhos de pais que nunca a esquecerão!

Não a esquecerão jamais!

Somos especiais!

Tivemos o privilégio de aprender a sublimidade do amor

Um amor verdadeiro

Um amor doação!

Que eu guardo na memória, na alma,

Em meu coração.

Somos especiais!

Pois sabemos, que o amor verdadeiro é simples...

Feito de um par velho de havaianas

Arrastando no chão

Aquele barulhinho de panela na cozinha

E ela

Cantarolando

Aquela linda canção...

 

“Eu ainda me lembro da Júlia sapeca

Aquela menina levada da breca...”

 


 

Para minha amada Vó Célia, que se faz tão presente até hoje...

E para quem quiser se apossar dessas humildes palavras cheias de amor - filhos, filhas, netos, netas, genros, noras...

Fiquem à vontade...

Muitas saudades...



postado por Marcelzero às 06:40
link do post | comente | favorito

1 comentário:
De Carol a 20 de Outubro de 2008 às 02:37
Aiiiiiiiiiiiiii quantas saudades!!
E você como sempre meu irmão, se superando a cada dia que passa!!
Te amo pra sempre!!
Um beijo!!
E muitas saudades!!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
links
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28


posts recentes

Espera

Espelhinho

Menina

Pé com pé

Menino-Homem

Dia após dia

A Igreja e Os Beatles

Fosse

Deus salve o Brasil!

Pena

Banho de Parede

Implicância

Reflexão

Meu amigo que mora do out...

A canção do amor

arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds