Se chorar adiantasse alguma coisa, pica pau morria feliz. (Do que que eu tô falando!?!)
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008
O filho da puta

By Marcel (Infelizmente)

 

O filho da puta é um puta dum filho de baixa conduta

Criado no lixo, sem endereço fixo e com mulher prostituta

Metido no vício, marginal de vocação, sem empregado e nem patrão

Deitado na marquise, falando sozinho em seu mundo ilusório

De olhos pesados, dopados, vidrados, tristes

Pela pinga barata sorvida como se fosse uísque

Medroso de dia, corajoso sob a lua

Escarrado quando sai o sol, aparecido quando a noite cai

Sem direito a voto, nem visto, nem veste, nem voz

Sobrevivente de aborto, rubéola, sarampo, cheio de piolho

Coxo de uma perna, anda sem bengala e é cego de um olho

Cheirando a urina e com resto de fezes embaixo da unha comprida

Por amigo um cachorro

Por inimigo, quase todos

Anestesiado de dor

Tem cheiro de morte e tristeza

Tem um pouco de homem

Tem um muito de fome

Tem dias que ele dorme

Tem dias que ele some

E volta danado com Deus

E deita-se em frente à Igreja pra gemer de solidão

O filho da puta é um puta dum filho de baixa conduta

Que ninguém ensinou o que é certo ou errado

Sobrevivente de aborto e abortado do povo

O último de todos, puxado com rodo

Humilhado na terra, não faz a mínima idéia

De que a justiça divina, por demais esquisita

Diz que o céu o espera...



postado por Marcelzero às 19:08
link do post | comente | favorito
|

2 comentários:
De Carol a 15 de Setembro de 2008 às 03:04
te amoooooooooooooooooooo

se superou mais uma vez em!!


De PA Paulo a 17 de Outubro de 2008 às 18:04
Este é o dom José filhão de almeida Pacheco de Prado y Mora.
Tem mesmo a quem puxar.
Teu bisavô era um poeta de marca maior.

Parabéns, marcel.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
links
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28


posts recentes

Espera

Espelhinho

Menina

Pé com pé

Menino-Homem

Dia após dia

A Igreja e Os Beatles

Fosse

Deus salve o Brasil!

Pena

Banho de Parede

Implicância

Reflexão

Meu amigo que mora do out...

A canção do amor

arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds